quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Post 34 - Lágrimas de vida.



Existe em meio  ao sertão árido, que não chove a anos uma grande plantação. Terra fértil onde tudo nasce se água não faltar.
Para que não falte água, quilômetros de tubos unidos, alguns tanques e bombas fazem a irrigação.

Plantas felizes se exibem no contraste da paisagem seca, aparentemente abandonada pela natureza. Seria um castigo, ou obra do destino?

Uma semente caiu fora da cova, encostada a uma estaca solitária que um dia foi  galho, já possuiu verdes folhas. Hoje serve de suporte para arame farpado, limita a presença do gado.

Teimosa e esperançosa eis que a semente germina em meio ao solo seco, rachado pelo sol ardente do sertão. A pausa do calor eram poucos minutos de sombra que a estaca fazia as 13:00hs.

Franzina, a pobre planta observa solitária suas companheiras belas e robustas, que um dia estiveram no mesmo saco, amontoadas umas sobre as outras. Eram todas iguais mas  algo mudou e  as fez diferentes.

Uma nuvem escura se aproxima. As frágeis raízes  vibram o solo, eis que as rachaduras aumentam. Instinto de quem vive a sede. De quem observou suas companheiras com tamanha fartura. Sobreviveu com as sobras de poucas gotas da irrigação, e uma esperança.

O maior desejo dessa plantinha  era estar lá, e ser igual a todas. Receber o mesmo para que suas lágrimas e os resquícios da fartura não fossem sua única fonte vida.

O vento balança sua estrutura, mais ela resiste. Euforia na plantação !!!
Gostas do Céu anunciam a chegada da chuva. Nunca a sentiram! Será a primeira vez para todas.

Com o solo úmido,  ela mata sua sede, agradece ao criador. As novas lágrimas se misturam as gotas do milagre.
Aprofunda suas raízes, se torna mais robusta e viva. Observa a euforia. Se une a todas. Mesmo pequenina, essa plantinha sabe que mesmo estando um dia em um saco, igual a todas, um milagre a fez única.

# A gente fica por aqui hoje! 30 ago. 2017

Wellington Maia.


Oxe.: Quem não for belo aos vinte, forte aos trinta, esperto aos quarenta e rico aos cinquenta, não pode esperar ser tudo isso depois.

    Martinho Lutero


                                            Titãs - Enquanto houver sol.



sábado, 26 de agosto de 2017

Post 33 - A felicidade não mora ao lado.



Quem não gosta de um bolo bem fofinho com calda de chocolate?
Me lembro como agora do bolo da Dona Nina. Hummmm! Que delícia...! Que felicidade...

Quando tinha por volta de 6 anos, tinha um amigo chamado Samuel, filho da Dona Nina. Ela era igual minha mãe, (gostava de ver os filhos brincando onde os olhos dela podiam ver).
Crescemos assim, um dia brincando na casa dele,  outro em casa. Eu gostava mais da casa dele, além de ter mais brinquedos "MUUUUUTO MAIS", tinha o famoso bolo da Nina, que ela vendia no bairro.
Ela não era daquelas que guardam segredo da receita do bolo, que fazia a nossa felicidade. A receita era simples e repassava sem medo.
Minha mãe seguia rigorosamente a receita,  a expectativa  em provar era grande até que... Decepção...  o bolo não ficava igual. Ao reconhecer, ela dizia ter um segredo que Nina escondia a 7 chaves.

Já Samuel gostava de brincar em casa. Meus brinquedos eram muito precários, mas "MUUUUUUTO CRIATIVOS", feitos de latas, caixas de papelão e partes de equipamentos elétricos quebrados. Tinha o Flyk, meu cachorro, e ele não tinha cachorro. E por fim tinha o bolo de cenoura com cobertura de chocolate. Eles adoravam o bolo! Que felicidade...

Nina também seguia rigorosamente a receita da minha mãe. Eles também se decepcionavam com o resultado. Qual é o segredo dela? Lembro-me de ela me perguntar isso algumas vezes. Era exatamente nesses dias que eu também ficava decepcionado. Não pelo fato do bolo não ficar igual ao de minha mãe, mas porque eu queria o bolo da Nina!
A mesma história se repetia quando Samuel estava em casa e minha mãe fazia a receita do bolo da Nina. Ele queria o bolo de cenoura da minha mãe!

Hoje tenho 38 anos, moro a 2043km da casa da minha mãe. Nesse momento além de querer abraça-la e beija-la, eu queria um pedaço de bolo de cenoura bem fofinho com cobertura de chocolate.
Hummmm... Que delicia...! Que felicidade...

# A gente fica por aqui hoje! 26 ago. 2017.

Wellington Maia.

Oxe.: Se pensar na felicidade como  um bolo, a falta de um ingrediente não deixa o bolo tão gostoso e fofinho. Não podemos esquecer que o excesso de qualquer ingrediente também é uma falha.  Diante disso, qual a receita? Simplesmente, a receita da felicidade quem faz somos nós diariamente, com os ingredientes que temos, damos, e recebemos.

Oxe, oxe.: Quanto ao segredo das receitas de mãe e de Nina? São os mesmos da receita da felicidade, estão guardados a 7 chaves no coração de cada um de nós. Abra seu coração, arranque as 7 fechaduras e seja muito, mas MUUUUUUUUTO Feliz!


                                                        Felicidade.  ( Fábio Junior )


segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Post 32 - O bom jardineiro.


Quando planejamos o jardim de nossa casa, escolhemos oque queremos plantar. Flores e plantas de diversas espécies. As ervas daninhas não estão no nosso planejamento, mesmo assim, elas nascem, crescem, e se multiplicam.
O grande problema é que essas ervas, se alimentam da mesma água e dos mesmos nutrientes prejudicando o desenvolvimento das nossas plantas e flores.

No jardim de nossa vida não é diferente. Mesmo não desejando, vão aparecer ervas daninhas. É fato!
Não se desespere querendo elimina-las, com o pensamento que são pragas prontas para sufocar suas flores. Tenha calma! Venenos fazem um mal maior para as flores.

O bom  jardineiro corta, e arranca pela raiz as ervas, e as deixa secar. Ele sabe que vão virar adubo.
E as flores? Bom, elas agradecem...




# A gente fica por aqui hoje! 21ago. 2017

Wellington Maia.

Oxe.: Nunca se esqueça que ora somos jardineiros, ora jardim. Também somos flores no jardim de muitas pessoas.

Oxe, oxe.: Nunca se torne uma erva daninha. Sim! Isso é possível, e não será nada agradável ser arrancado pela raiz do jardim de alguém.



                               Flores do meu jardim ( Planta e raiz & Claudia Leitte )



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Post 31 - Happy Birthday to me!!!






Esse menino lindo completa hoje 38 anos. Feliz aniversário menino lindo!






Hoje 15 de agosto comemoramos o nascimento de  um menino muito especial. Essa pessoa maravilhosa que aprendi a respeitar, admirar e amar.
Você sabe que não foi fácil... Quanta discussão, quantas brigas? Foram tantas lágrimas e gargalhadas... Dividimos muito mais que momentos felizes e tristes. Dividimos uma vida e comemora-se hoje, a chegada do seu ano 38. Quem diria? Me lembro como agora, daquela pressa de chegar aos 18. É, chegou e passaram-se 20 anos em?

Quanta coisa já se passou contigo guerreiro!
Lembra de quando bateu o carro? E de quando com sua família ficou ilhado naquela enchente no meio do nada? Você teve que ser forte e não desabar, subiu em um morro alto em busca de sinal de celular, e mais perto do céu não resistiu e chorou! E daquele tiro que levaste nas costas? Lembra daquele choque seguido de explosão no trabalho quando tinha 19 anos? E de quando conheceu sua esposa, lá Praça em Rio Claro? A chegada tão esperada dos seus filhos. Momentos lindos esses, inesquecíveis. Choraste de alegria. O primeiro sorriso, as primeiras palavras, os primeiros passos...


Nestes momentos todos e em muitos outros quem estava contigo?
Hoje ao olhar no espelho eu te vejo. Lindo! Sempre foi. Olho no fundo dos seus olhos faço uma declaração. Ao me lembrar desse momento diário respondo a essa pergunta: Quem estava contigo esse tempo todo? Basta olhar no fundo dos teus olhos e dizer EU TE AMO, sei que do fundo do meu coração, no mais íntimo do meu ser e de minha alma estávamos sempre juntos, e somos um só. Quando digo EU TE AMO, não é apenas minha voz que ouve. DEUS fala por ti, por nós. O brilho do nosso olhar completa dizendo: Sempre estive ao teu lado te amando e te protegendo... Meu amado filho, Wellington Ribeiro Maia parabéns hoje é seu dia!!! E estarei sempre PRESENTE.


# Feliz da vida!...


# A gente fica por aqui hoje comemorando! 15 de agosto de 2017.

Wellington Maia


Oxe.: Feliz aniversário para a pessoa que mais amo. EU! Que Deus me abençoe, me de saúde e paz. Obrigado SENHOR por mais um ano de vida. Amém.

Oxe, oxe.: Aproveitei a data e alterei o nome do Blog que a partir de hoje se chama: Alívio IMEDIATO. Obrigada Lua (Dorli) por me dar uma dica. Pensei e resolvi colocar esse. oque achou?

Oxe, oxe, oxe.: O aniversário é meu, mas a felicidade é nossa. Alegrai-vos estou feliz porque chegou até aqui!


Amar como Jesus Amou



sábado, 12 de agosto de 2017

Post 30 - Pai



Não faltam momentos inesquecíveis em minha memória. Enormes significados que se concretizaram nesta gigantesca gratidão, admiração e amor que sinto por você PAI.

Meu grande ídolo, minha referência. Ao imitar-te sou um pouco de ti. Ao que me tornei, sua semelhança...
Honesto, determinado, admirado e admirador...
Educado, misterioso, franco e amigo...
Sensível, emotivo, forte e frágil...
Confuso, transparente, inteligente e inocente...
Cúmplice, bravo, justo e amoroso...

Sou um pouco de ti, sou muito de ti.  Ao que me tornei sua semelhança, ainda assim, sou único. Sou essa mistura perfeita ora Pai ora Mãe.  Em meio a essa semelhança ouço: " ...Parece seu Pai falando...". Nesse momento sou feliz também, sei que ela fala de um defeito seu. Nosso! E daí? Quem é perfeito?
Em meio a essa semelhança também, ouço: você tem o coração de seu Pai...". Nesse momento sou mais feliz, sei que ela fala de uma qualidade sua. Nossa! Quer saber? Quem não gostaria de ter um coração como o seu?

 Somos perfeitos em meio a nossa imperfeição...
 Somos os melhores em meio a nossos erros...
 Somos vencedores em meio a nossas derrotas...
 Somos fortes em meio as nossas fraquezas...
 Somos decididos em meio a nossa indecisão...
 Somos guerreiros em meio as batalhas...
 Somos únicos na forma de amar...
 Nessa vida concedida e abençoada por nosso PAI ETERNO E TODO PODEROSO...

...És avô e neto, és Pai e filho...
Somos Pai e filho, somos filhos...
Somos Pais...
Somos a semelhança do PAI!

# Estamos juntos!!!
# A gente fica por aqui hoje! 12 agost. 2017.

Wellington Maia.


Oxe.: Aquela casa simples. Essa música é linda. Eu tinha apenas  7 anos quando a ouvia e decorei. Ao tempo em que fui crescendo ela se enraizou. Minha saída de casa não foi 100% assim como na musica, mas muita coisa dela é exatamente igual. Coisas do destino de um menino.

Oxe, oxe.: A segunda musica é outra que cresci ouvindo. Sei o quanto ele gosta então: Essa pro Senhor Pai! ESTRADA DA VIDA.



                              Aquela casa simples ( Roberto Carlos / Erasmo Carlos)
 



                              Estrada da Vida (Milionário e José Rico)





segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Post 29 - Nova rotina.


Saia da rotina com destinos incríveis. Dizia o anuncio de uma agencia de viagens.



Nos tempos atuais, a rotina tem sido usada também para justificar fim de relacionamentos e desmotivação por algo; " Separamos porque o casamento caiu na rotina" - " Estou de saco cheio dessa rotina no trabalho". Entre muitos outros exemplos a pergunta é: Rotina de que mesmo?

Ao acordar a rotina é sempre a mesma:  Escovar os dentes, tomar banho,  pentear os cabelos, enfim...
Não se trata apenas de uma rotina simples. Esse cuidado com o corpo faz bem a saúde e auto estima. Fazemos isso a tanto tempo que é quase que automático. Não passa a impressão de algo entediante  ou perca de tempo. É rotina e o dia está apenas começando.

Durante o restante do dia passamos por diversas situações; boas, ruins e algumas rotinas. Ao anoitecer muitas vezes estamos exaustos. Corpo e mente gritam: Help! Stop!
Temos então a percepção de que carregar o mundo nas costas esta pesando. É preciso sair da rotina! Um outro mundo, um mais leve...

E se aquele casal e o "cara" que estava na rotina, tivessem visto o anuncio? Será que eles... Náah!!!
É só o capitalismo dizendo mais uma vez oque temos que fazer. Ditando a solução para transformar nosso mundo em um mais leve.
Mas, precisamos carregar o mundo nas costas? Será que realmente estamos carregando? Na verdade a "má" rotina, é o estado de acomodação de uma forma de viver. E usa-se como a justificativa para a qual se pode, e nada fazemos para mudar.









A verdadeira transformação do mundo se inicia dentro de nós.
Todas as manhãs a rotina é sempre a mesma:...!
E quanto ao nosso coração, alma e espirito???
Que tal iniciar um nova rotina com os cuidados e amor que eles tanto merecem!



                                     Genial Prof. Mario Sérgio Cortella. (Medo da Mudança)




# Cheguei lá!

# A gente fica por aqui hoje! 07agos. 2017.

Wellington Maia.

Oxe.: A vida é a combinação de destino e livre-arbítrio. A chuva é o destino, a possibilidade de se molhar ou não é sua!