quarta-feira, 29 de março de 2017

Post 24 - A arvore de mogno de confiança.





A confiança é indispensável nas relações de amizade, familiar, negócios etc. Em quantas pessoas você confia? Oque elas fizeram ou não para ganhar essa confiança? Como você decidiu dar esse credito? E como essa confiança seria abalada ou eliminada?
É tão difícil construir esse elo. Leva-se muito tempo para sua existência. Mas, em segundos tudo acaba neh? Pior é que quando isso acontece, reconstruir de forma idêntica é impossível. Diante disso será que dá para piorar? Dá!!! Além de ser uma coisa subjetiva e uma abstração, confiar não depende só de nós.
Imagine uma arvore de mogno em uma reserva ambiental. Quanto maior o tempo em que ela for preservada, mais bela, robusta e valiosa se tornará.  Se esta arvore for cortada, e uma outra muda for plantada no mesmo lugar, vai demorar muito tempo para que se torne uma arvore adulta novamente. Assim é a confiança. Uma vez cortada mesmo que se plante  uma nova muda,  adubando e regando muito bem, vai demandar muito tempo para ser adulta. E mesmo que seu nome seja confiança, não é mais a mesma.
Talvez você não queira mais essa arvore nessa reserva. Talvez essa muda não vingue. Talvez a pessoa responsável não plante nada ou outro tipo de vegetação. Talvez a pessoa responsável não se dedique, adubando, regando, eliminando as "pragas" e proteja de outro corte ilegal. Seria então a extinção da confiança nessa reserva.
Para quem pretende plantar uma muda de mogno de confiança, cuide e dedique-se a ela. A sinceridade tem que ser diária e continua,  viva abertamente os próprios sentimentos e atitudes do momento, se fazendo franco e transparente. Seja competente, e faça tudo oque promete. Seja congruente,  fale e aja de acordo com seus sentimentos e pensamentos, sendo você mesmo. O que está dentro de você é o que você expressa fora.
Para quem teve seu mogno de confiança cortado, avalie se vale a pena presenciar e conviver com uma pessoa cuidando e tentando te provar que aquela pequena muda um dia será um mogno de confiança.

# Na confiança, a gente fica por aqui hoje! 29 mar. 2017.

Wellington Maia
                                         

                                               Renato Russo - Mais uma vez



6 comentários:

  1. Como seu blog ficou Lindo!
    Sobre confiança é difícil.. as vezes a gente nem confiamos plenamente em nós. Sou instável. Mas meu ideais nunca mudam.


    http://minhaformadeexpressao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nathalia,
      como sou novo nesse lance de blog, ainda estou aprendendo. Mas creio que estou evoluindo neh? Mas falando sobre seu comentário fica claro que o principal voce tem; a base da confiança, voce é sincera e fiel, é assim que vejo pessoas que não mudam seus ideais.

      Abc

      Excluir
  2. OI WELLINGTON!
    PRIMEIRA VEZ AQUI, TE SEGUINDO E, LENDO TEU TEXTO, QUE ALIÁS, CUMPRE SEU PROPÓSITO, ME FEZ REFLETIR SOBRE A PRECARIEDADE DA CONFIANÇA EXISTENTE NOS RELACIONAMENTOS DE HOJE EM DIA E LAMENTAR POR ISSO. SALVAGUARDANDO OS FAMILIARES, NOS QUAIS CONFIAMOS PLENAMENTE.
    BELEZA TEU TEXTO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Zilani,
      Fico feliz e agradecido pela visita e por ter gostado do texto. Espero que venha mais vezes aqui.

      Abc

      Excluir
  3. Ei psiu olá.Esse é aquele tipo de texto que me serviu como uma carapuça (ainda bem que eu superei bem e sem recaídas). Isso é muito verdadeiro e tão intenso que machuca o peito de ter que encarar, mas... Enfim, parabéns pela escrita e obrigada, eu precisava.
    Beijuuss
    Morgana Sales.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Morgana, eu é que agradeço sua visita e seus elogios.
      Realmente é meio que complicado essa relação. Mas como tu mesma disse temos que encarar néh?
      abraço

      Excluir