segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Post 32 - O bom jardineiro.


Quando planejamos o jardim de nossa casa, escolhemos oque queremos plantar. Flores e plantas de diversas espécies. As ervas daninhas não estão no nosso planejamento, mesmo assim, elas nascem, crescem, e se multiplicam.
O grande problema é que essas ervas, se alimentam da mesma água e dos mesmos nutrientes prejudicando o desenvolvimento das nossas plantas e flores.

No jardim de nossa vida não é diferente. Mesmo não desejando, vão aparecer ervas daninhas. É fato!
Não se desespere querendo elimina-las, com o pensamento que são pragas prontas para sufocar suas flores. Tenha calma! Venenos fazem um mal maior para as flores.

O bom  jardineiro corta, e arranca pela raiz as ervas, e as deixa secar. Ele sabe que vão virar adubo.
E as flores? Bom, elas agradecem...




# A gente fica por aqui hoje! 21ago. 2017

Wellington Maia.

Oxe.: Nunca se esqueça que ora somos jardineiros, ora jardim. Também somos flores no jardim de muitas pessoas.

Oxe, oxe.: Nunca se torne uma erva daninha. Sim! Isso é possível, e não será nada agradável ser arrancado pela raiz do jardim de alguém.



                               Flores do meu jardim ( Planta e raiz & Claudia Leitte )



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Post 31 - Happy Birthday to me!!!






Esse menino lindo completa hoje 38 anos. Feliz aniversário menino lindo!






Hoje 15 de agosto comemoramos o nascimento de  um menino muito especial. Essa pessoa maravilhosa que aprendi a respeitar, admirar e amar.
Você sabe que não foi fácil... Quanta discussão, quantas brigas? Foram tantas lágrimas e gargalhadas... Dividimos muito mais que momentos felizes e tristes. Dividimos uma vida e comemora-se hoje, a chegada do seu ano 38. Quem diria? Me lembro como agora, daquela pressa de chegar aos 18. É, chegou e passaram-se 20 anos em?

Quanta coisa já se passou contigo guerreiro!
Lembra de quando bateu o carro? E de quando com sua família ficou ilhado naquela enchente no meio do nada? Você teve que ser forte e não desabar, subiu em um morro alto em busca de sinal de celular, e mais perto do céu não resistiu e chorou! E daquele tiro que levaste nas costas? Lembra daquele choque seguido de explosão no trabalho quando tinha 19 anos? E de quando conheceu sua esposa, lá Praça em Rio Claro? A chegada tão esperada dos seus filhos. Momentos lindos esses, inesquecíveis. Choraste de alegria. O primeiro sorriso, as primeiras palavras, os primeiros passos...


Nestes momentos todos e em muitos outros quem estava contigo?
Hoje ao olhar no espelho eu te vejo. Lindo! Sempre foi. Olho no fundo dos seus olhos faço uma declaração. Ao me lembrar desse momento diário respondo a essa pergunta: Quem estava contigo esse tempo todo? Basta olhar no fundo dos teus olhos e dizer EU TE AMO, sei que do fundo do meu coração, no mais íntimo do meu ser e de minha alma estávamos sempre juntos, e somos um só. Quando digo EU TE AMO, não é apenas minha voz que ouve. DEUS fala por ti, por nós. O brilho do nosso olhar completa dizendo: Sempre estive ao teu lado te amando e te protegendo... Meu amado filho, Wellington Ribeiro Maia parabéns hoje é seu dia!!! E estarei sempre PRESENTE.


# Feliz da vida!...


# A gente fica por aqui hoje comemorando! 15 de agosto de 2017.

Wellington Maia


Oxe.: Feliz aniversário para a pessoa que mais amo. EU! Que Deus me abençoe, me de saúde e paz. Obrigado SENHOR por mais um ano de vida. Amém.

Oxe, oxe.: Aproveitei a data e alterei o nome do Blog que a partir de hoje se chama: Alívio IMEDIATO. Obrigada Lua (Dorli) por me dar uma dica. Pensei e resolvi colocar esse. oque achou?

Oxe, oxe, oxe.: O aniversário é meu, mas a felicidade é nossa. Alegrai-vos estou feliz porque chegou até aqui!


Amar como Jesus Amou



sábado, 12 de agosto de 2017

Post 30 - Pai



Não faltam momentos inesquecíveis em minha memória. Enormes significados que se concretizaram nesta gigantesca gratidão, admiração e amor que sinto por você PAI.

Meu grande ídolo, minha referência. Ao imitar-te sou um pouco de ti. Ao que me tornei, sua semelhança...
Honesto, determinado, admirado e admirador...
Educado, misterioso, franco e amigo...
Sensível, emotivo, forte e frágil...
Confuso, transparente, inteligente e inocente...
Cúmplice, bravo, justo e amoroso...

Sou um pouco de ti, sou muito de ti.  Ao que me tornei sua semelhança, ainda assim, sou único. Sou essa mistura perfeita ora Pai ora Mãe.  Em meio a essa semelhança ouço: " ...Parece seu Pai falando...". Nesse momento sou feliz também, sei que ela fala de um defeito seu. Nosso! E daí? Quem é perfeito?
Em meio a essa semelhança também, ouço: você tem o coração de seu Pai...". Nesse momento sou mais feliz, sei que ela fala de uma qualidade sua. Nossa! Quer saber? Quem não gostaria de ter um coração como o seu?

 Somos perfeitos em meio a nossa imperfeição...
 Somos os melhores em meio a nossos erros...
 Somos vencedores em meio a nossas derrotas...
 Somos fortes em meio as nossas fraquezas...
 Somos decididos em meio a nossa indecisão...
 Somos guerreiros em meio as batalhas...
 Somos únicos na forma de amar...
 Nessa vida concedida e abençoada por nosso PAI ETERNO E TODO PODEROSO...

...És avô e neto, és Pai e filho...
Somos Pai e filho, somos filhos...
Somos Pais...
Somos a semelhança do PAI!

# Estamos juntos!!!
# A gente fica por aqui hoje! 12 agost. 2017.

Wellington Maia.


Oxe.: Aquela casa simples. Essa música é linda. Eu tinha apenas  7 anos quando a ouvia e decorei. Ao tempo em que fui crescendo ela se enraizou. Minha saída de casa não foi 100% assim como na musica, mas muita coisa dela é exatamente igual. Coisas do destino de um menino.

Oxe, oxe.: A segunda musica é outra que cresci ouvindo. Sei o quanto ele gosta então: Essa pro Senhor Pai! ESTRADA DA VIDA.



                              Aquela casa simples ( Roberto Carlos / Erasmo Carlos)
 



                              Estrada da Vida (Milionário e José Rico)





segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Post 29 - Nova rotina.


Saia da rotina com destinos incríveis. Dizia o anuncio de uma agencia de viagens.



Nos tempos atuais, a rotina tem sido usada também para justificar fim de relacionamentos e desmotivação por algo; " Separamos porque o casamento caiu na rotina" - " Estou de saco cheio dessa rotina no trabalho". Entre muitos outros exemplos a pergunta é: Rotina de que mesmo?

Ao acordar a rotina é sempre a mesma:  Escovar os dentes, tomar banho,  pentear os cabelos, enfim...
Não se trata apenas de uma rotina simples. Esse cuidado com o corpo faz bem a saúde e auto estima. Fazemos isso a tanto tempo que é quase que automático. Não passa a impressão de algo entediante  ou perca de tempo. É rotina e o dia está apenas começando.

Durante o restante do dia passamos por diversas situações; boas, ruins e algumas rotinas. Ao anoitecer muitas vezes estamos exaustos. Corpo e mente gritam: Help! Stop!
Temos então a percepção de que carregar o mundo nas costas esta pesando. É preciso sair da rotina! Um outro mundo, um mais leve...

E se aquele casal e o "cara" que estava na rotina, tivessem visto o anuncio? Será que eles... Náah!!!
É só o capitalismo dizendo mais uma vez oque temos que fazer. Ditando a solução para transformar nosso mundo em um mais leve.
Mas, precisamos carregar o mundo nas costas? Será que realmente estamos carregando? Na verdade a "má" rotina, é o estado de acomodação de uma forma de viver. E usa-se como a justificativa para a qual se pode, e nada fazemos para mudar.









A verdadeira transformação do mundo se inicia dentro de nós.
Todas as manhãs a rotina é sempre a mesma:...!
E quanto ao nosso coração, alma e espirito???
Que tal iniciar um nova rotina com os cuidados e amor que eles tanto merecem!



                                     Genial Prof. Mario Sérgio Cortella. (Medo da Mudança)




# Cheguei lá!

# A gente fica por aqui hoje! 07agos. 2017.

Wellington Maia.

Oxe.: A vida é a combinação de destino e livre-arbítrio. A chuva é o destino, a possibilidade de se molhar ou não é sua!



sexta-feira, 28 de julho de 2017

Post 28 - Convivendo entre as rosas





A convivência com as rosas, não é uma mar de rosas. Mesmo quando aparenta ser. Sim,existem muitos espinhos. Muitas vezes nos machucamos. Em nossa trajetória de vida muitas rosas passaram, muitas ainda estão por vir. Foi e será inevitável em meio a felicidade nos machucar. E oque podemos fazer? Ou melhor oque Devemos fazer?

Ao analisar nossos semelhantes, vemos as diferenças. Espinhos, cores, perfumes, formas. Exatamente aí é que nasce os conflitos. Nossa forma de pensar e agir nos faz únicos, diferentes. A causa da dor para um, não tem a mesma dimensão para todos. Sensibilidade, percepção e atitudes diferentes. Cada um com sua dose.





Muito mais que afinidade, afeto e amor, o perdão é essencial.Devemos perdoar ao próximo, perdoar a si mesmo.
As lágrimas não são reveladas apenas nos olhos do ferido, rosas também choram. O sangue não se revela apenas no ferimento, rosas também sangram...
Costumo dizer que se não houver vingança e rancor não haverá dor que seja eterna.
Mesmo porque, por amor às rosas, o jardineiro é servo de milhões espinhos. Cauteloso para não se machucar, sabe que isso um dia será inevitável.


# A gente fica por aqui hoje! 28.julh. 2017

Wellington Maia.

Oxe.: É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou.

Oxe, oxe: Muitas vezes nos tornamos solitários porque construímos muros ao invés de pontes.

Oxe, oxe, oxe.: É preciso suportar duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas.

Oxe, oxe, oxe, oxe.: Depois desse período de afastamento, essa musica é perfeita  para o texto, e para minha volta.



TOCANDO EM FRENTE (ALMIR SATER /RENATO TEIXEIRA
















quarta-feira, 12 de abril de 2017

Post 27 - Agradecimento e afastamento temporário.



Bem, gostaria de agradecer a todos que visitam, acompanham e comentam em nosso BlogMaia. Nosso? Sim! Considero nosso porque vocês fazem parte disso também. Agradecer principalmente as 3 pessoas especiais, que desde o início, fortalecem minha convicção de que existem pessoas que gentilmente, sem esforço dedicam seu tempo a um desconhecido. Nathalia, Helena e Zilane; Muito obrigada mesmo!

                                      *****
O BlogMaia teve inicio em novembro de 2016. E em pouco menos de 6 meses conseguimos a marca de 5341 visitas, isso nesse momento em que vos escrevo. Isso é muito gratificante. Uma marca fantástica, ao menos para mim.

                                                   ****

Surgiram projetos pessoais, dos quais, necessitam maior empenho e dedicação. Paralelo a isso surgiu também, a necessidade de uma compreensão maior de tudo que vem acontecendo nesse período de terapia. Aproveito a oportunidade para dizer que me sinto muito melhor. Uma melhora tão considerável que as pessoas reconhecem esse ganho.
Quanto ao tempo de "afastamento" nas postagens, não tenho uma data. A única certeza é que voltarei sim!!!

                                            ****

# A gente fica por aqui hoje! 12 Abr. 2017.

Wellington Maia.

Oxe: Em um dos momentos mais difíceis de minha vida, uma pessoa desconhecida me enviou uma oração que publicarei aqui neste post. É muito forte, conforta e turbina nossa fé e esperança na vida e principalmente em Deus. Apreciem com carinho vale a pena.

Oxe,oxe: Deixo também essa musica maravilhosa. ( Vida, Pe. Fabio de Melo ) Prestem atenção na letra o quanto profunda é.

Oxe, oxe, oxe: Já deu para perceber que não quero parar de escrever néh? Pois é! Que momento em?
Bom, ... fiquem com Deus e até breve................
           

                                       *****

Oração.

Pai, eu não sou forte o bastante pra enfrentar sozinho esse temporal que sobreveio contra mim. Os dias estão cada vez mais torturantes, e toda essa dor está massacrando o meu coração. O desespero invade o meu ser, e a minha voz, quase inaudível, suplica por socorro. Eu preciso de Ti! Eu preciso da Tua intervenção, pois sou pequeno e frágil, mas o Senhor é forte e poderoso. Me envolve em Seus braços de amor, e cessa a tempestade que ameaça naufragar a minha fé. Não permita que em meio ao caminho eu me perca. Leva-me direto ao Teu coração.

Amém.
                                         
                                      Vida. - Pe. Fabio de Melo





segunda-feira, 10 de abril de 2017

Post 26 - A maior montanha do mundo.



Onde você que chegar? Já te fizeram essa pergunta? Não foi a primeira vez que isso me é perguntado. Se identificou? Pois é; eis a questão: Onde?
Para muitas pessoas é fácil responder.
Mas não é uma questão de sonhos e objetivos materiais, ou sentimentais, ao menos para mim.
Quando passamos a nos conhecer um pouco, começamos também a dominar nossos sentimentos e atitudes. Embora isso não se dê em 100% do tempo. Reconheçamos que já é um  avanço néh? 
Começamos também a perceber o porque de cada reação, seja nossa ou de outras pessoas. É o efeito  do autoconhecimento. Está começando a fazer sentido néh?
Esse efeito faz parte da minha escalada desafiadora... Quero chegar ao cume da maior montanha do mundo! A montanha EU.!!!
Paralelo a esta escalada, sonhos e desejos sobem comigo. E mais uma vez vem o efeito do autoconhecimento. Esse traz um eu melhor. Uma qualidade de vida melhor para mim, e para todos a minha volta. Mais felicidade aos que torcem e me incentivam. O verdadeiro agradecimento a quem me orienta. Por falar nela, já sei qual é a próxima pergunta: " E quando chegar oque vai fazer?"
Bom, isso ainda não sei Dra. Só sei que a cada pausa na escalada vou relatar e (postar) um pouco de cada avanço, ou queda. ( são inevitáveis). Sei que posso contar contigo, e sou muito grato. 
Sendo assim, a cada Post seja ele alegre ou triste, reflexivo ou simples memórias, estes, fazem parte desta escalada ao Monte EU; A maior montanha do mundo!
E você que me lê agora,  onde quer chegar?

# A gente fica por aqui hoje!!! 10 Abr. 2017.

Wellington Maia.

Oxe:"O vôo até a lua não é tão longo. As distâncias maiores que devemos percorrer estão dentro de nós mesmos – Charles de Gaulle"

Oxe, oxe: Essa musica é perfeita. Ana Vilela. Trem Bala. 



quinta-feira, 6 de abril de 2017

Post 25 - Hoje preciso de você!


Hoje acordei com aquela saudade... Preciso de você! O café estava mais gostoso, mal terminei e volto a sentir sua falta. Sonhei a noite toda. Sonhos belos. Que noite foi essa? Oque aconteceu?
Hoje o dia custa a passar... Já choveu, e agora quem aquece é o sol.
Hoje a felicidade é quem reina, soberana traz consigo mais saudade. Elas me ajudam a nunca esquecer, o seu valor e o quanto me faz feliz.
Hoje acordei com aquela saudade...
A rotina tem dessas coisas. Poucos conseguem enxergar detalhes. E como acontece todos os dias...
Hoje acordei do seu lado!
Preciso de você! Minha amada esposa.

# A gente fica por aqui hoje, matando a saudade! 06 abr. 2017.


Wellington Maia

                                      JOTA QUEST - SÓ HOJE





quarta-feira, 29 de março de 2017

Post 24 - A arvore de mogno de confiança.





A confiança é indispensável nas relações de amizade, familiar, negócios etc. Em quantas pessoas você confia? Oque elas fizeram ou não para ganhar essa confiança? Como você decidiu dar esse credito? E como essa confiança seria abalada ou eliminada?
É tão difícil construir esse elo. Leva-se muito tempo para sua existência. Mas, em segundos tudo acaba neh? Pior é que quando isso acontece, reconstruir de forma idêntica é impossível. Diante disso será que dá para piorar? Dá!!! Além de ser uma coisa subjetiva e uma abstração, confiar não depende só de nós.
Imagine uma arvore de mogno em uma reserva ambiental. Quanto maior o tempo em que ela for preservada, mais bela, robusta e valiosa se tornará.  Se esta arvore for cortada, e uma outra muda for plantada no mesmo lugar, vai demorar muito tempo para que se torne uma arvore adulta novamente. Assim é a confiança. Uma vez cortada mesmo que se plante  uma nova muda,  adubando e regando muito bem, vai demandar muito tempo para ser adulta. E mesmo que seu nome seja confiança, não é mais a mesma.
Talvez você não queira mais essa arvore nessa reserva. Talvez essa muda não vingue. Talvez a pessoa responsável não plante nada ou outro tipo de vegetação. Talvez a pessoa responsável não se dedique, adubando, regando, eliminando as "pragas" e proteja de outro corte ilegal. Seria então a extinção da confiança nessa reserva.
Para quem pretende plantar uma muda de mogno de confiança, cuide e dedique-se a ela. A sinceridade tem que ser diária e continua,  viva abertamente os próprios sentimentos e atitudes do momento, se fazendo franco e transparente. Seja competente, e faça tudo oque promete. Seja congruente,  fale e aja de acordo com seus sentimentos e pensamentos, sendo você mesmo. O que está dentro de você é o que você expressa fora.
Para quem teve seu mogno de confiança cortado, avalie se vale a pena presenciar e conviver com uma pessoa cuidando e tentando te provar que aquela pequena muda um dia será um mogno de confiança.

# Na confiança, a gente fica por aqui hoje! 29 mar. 2017.

Wellington Maia
                                         

                                               Renato Russo - Mais uma vez



segunda-feira, 27 de março de 2017

Post 23 - Retirando a rodinha da bicicleta N°1



Lembro de quando meu pai retirou a rodinha esquerda da minha bicicleta. Como sou canhoto eu andava "apoiado" na direita, porém, tentando equilibrar no lado que mais tinha confiança.
Com o passar dos dias ele retira a outra. Logicamente ainda não tinha aquela confiança em mim mesmo. Mas ele já tinha e me encorajava.
Correndo e me equilibrando ele me incentivava a seguir. Eu rindo, tremendo, com a adrenalina lá em
Saturno, dizia assim: " Não me solta, não me solta Pai". Ele dizia: Continua eu estou segurando, não para.
Certo dia ele soltou. E ao perceber que ele não estava segurando eu caí. Não me machuquei, mas ele disse: você já sabe andar, caiu porque ficou com medo. Tenta de novo você consegue.
E realmente ele estava certo. Consegui!
A confiança que ele tinha e sempre teve em mim não parou por aí. Foram várias as vezes em que esse gigantesco Pai confiou e encorajou esse menino, jovem, e honesto pai de família. Obrigado. Te amo Pai.

# Cheguei lá!

# A gente fica por aqui hoje! 27mar. 2017.

Wellington Maia

Oxe: uma coisa é certa; Só o esforço individual não garante o sucesso!

terça-feira, 14 de março de 2017

Post 22 - No supermercado.

Na fila do supermercado logo à minha frente, uma senhora humilde, simpática e humor elevado. Creio que devido as preocupações, responsabilidades, trabalho duro, e muito provavelmente devido ao sol que aqui castiga muito, ela tinha a pele muito " surrada". Aparentava uma idade superior a que os seus olhos e espírito me diziam.
Em seu carrinho apenas o básico. Tudo muito simples. Havia também 2 cestos ( aqueles para colocar roupa suja). Até aí nada de anormal neh?
Logo ela começa a passar sua compra na esteira. Reparei que toda hora ela queria colocar os cestos, pois, ela pegava e dizia: "depois eu pego". Mas ela não aguentou a ansiedade e ao pegar, reparou que não tinha o tal código de barras. Percebi que ficou angustiada e decepcionada. Manteve a postura, continuou procurando e me disse: " Nossa parece que não tem código em nenhum..." Entendi como um pedido. No momento em que eu pensei em dizer: vou lá ver para a senhora, ela acha o código na tampa do cesto. Feliz da vida com belo sorriso e aliviada ela me olha e diz: "Tão pequeno quase não acho" e completa: " eu não podia ir embora sem levar".
Simplesmente sorri e fiquei feliz por ela. Mas fiquei viajando; como pode uma coisa tão simples ser tão importante e fazer a felicidade de uma pessoa?

# A gente fica por aqui hoje! 14 mar. 2017


Wellington Maia.

engenheiros do hawai - simples de coração



segunda-feira, 13 de março de 2017

Post 21 - Mais um déjávu

Dias D'avila segunda-feira 13 de Março 2017, 13:26.
Tempo nublado, e raios de Sol dão maior sensação térmica. No momento 26℃.
Sentado no mesmo lugar de sempre (isolado), sou novamente obstáculo da brisa. Mais um déjávu! E desta vez não é o ambiente que me faz pensar que já vivi este dia. São os sentimentos em minha memória. Apertando mais uma vez o peito. Sentimentos frescos como tinta recém aplicada na parede do meu ser.
Já senti isso... Já vivi este dia? Não. Desta vez é diferente. Sou e estou diferente. Mas me sinto igual, e diferente ao mesmo tempo.
A intensidade é maior pela percepção e conhecimento que adquiri nos últimos meses. Isso me faz diferente? A dor é a mesma, apesar da experiência. A sensação é maior. Isso me faz igual?
Não. Eu não vivi este dia ainda. Certeza. Mas, algo me diz que meu horário de almoço acabou. A brisa hoje persiste. As nuvens não são as mesmas. E a sensação? Bom, esta não sei se acaba aqui...
Pior é quando se descobre que não sou apenas obstáculo da brisa que me refresca todos os dias.

# A gente fica por aqui hoje. 13mar.2017

Wellington Maia.

Oxe: "... Que a noite cai de repente caia tão demente quanto um raio. Que a noite traga; Alivio imediato..." (Humberto Gessinger).

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Post 20 - O tempo





Não adianta fugir ou fingir, estaremos sempre no tempo. Nosso passado está recheado de acontecimentos que "explicam" oque somos hoje. Nosso presente revela oque somos agora. E o futuro? Quem seremos amanhã?

Muito se fala em viver o hoje intensamente. "O amanhã pode não existir". "O passado já foi e não volta". OK, ok. É verdade concordo com parte disso.Mas, da forma que é colocado o passado e o futuro não tem importância. Um erro muito grave pensar assim!

Já ouvi pessoas dizerem: "Quem vive de passado é professor de história". Bom, na verdade ele vive do valor recebido a cada aula lecionada, (presente). Para lecionar a próxima aula, ele prepara o assunto, o cronograma da matéria, complementos enfim se prepara para o (futuro). Portanto, o fato de conhecer a historia, não é sinônimo de viver de passado.

Devemos conhecer a fundo nossa história. Não é um erro refletir e reviver acontecimentos passados. Reconhecer erros e acertos, ganhando com isso um aprendizado. Entender a causa de nossas atitudes e forma de ser vem do passado. Mas, viver de lembranças, boas ou ruins preso ao passado é um erro grave.

Devemos ter desejos e sonhos, (futuro). Sem um projeto de vida, e sonhos a almejar, como viver no presente? Mesmo no tempo das cavernas, o homem já armava armadilhas para pegar a caça no dia seguinte. O grande erro é viver apenas sonhando e desejando. É no presente que projetamos o futuro e realizamos projetos e sonhos. Para fazer isso precisamos conhecer a historia, conhecer nossos limites e nossas possibilidades, ( reserve um tempo). É um erro grave viver o hoje como se não houvesse o amanhã. Viva o hoje como deve ser vivido e .

O amanhã pode não existir, mas se ele existir? Você está preparado?


# Cheguei lá!

# A gente fica por aqui hoje! 21 fev. 2017

Wellington Maia


Oxe: Um projeto para o futuro é escrever mais sobre o TEMPO. 

Oxe, oxe: Seria um segundo tempo? Prorrogação e penalts? 

Oxe, oxe, oxe: Não posso prever o futuro, mas é um projeto futuro. Vou me preparar!  

                                       


                                       Charlie Brown JR - Senhor do Tempo

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Post 19 - Sem noção.

Admiro as pessoas que falam sem pensar. É um dom que não tenho. Algumas vezes incomoda essa forma de ser. Mas na maioria das vezes, elas dizem exatamente aquilo que nossa covardia impede.
Está aí uma união perfeita!
Afinal, alguém precisa impedir risos no velório. Alguém precisa impedir o luto em uma festa.


Conheço uma pessoa que faria isso kkkkkkkk





# Cheguei lá!

# A gente fica por aqui hoje! 15 fev. 2017.


Wellington Maia.



terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Post 18 - Mais um dia diferente



Terça-feira 14 de fevereiro de 2017, 13:47hs. Céu nublado, temperatura 27°C. Sentado observo raios de sol passando entre as nuvens e sinto a brisa vinda constante onde sou o seu obstáculo. Em que lugar do passado eu estaria nesta mesma hora, e tempo ambiente?
Muitas lembranças vêem em mente. Um déjà vu. Já vivi este dia!!! Mas na real, já pensou se todos os dias fossem iguais? A brisa já se foi, meu horário de almoço acabou!
Na real? Esse dia ainda não acabou...

#Cheguei lá!

#A gente fica por aqui hoje!


Wellington Maia.





Engenheiros do Hawaii - Depois de Nós

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Post 17 - O MILAGRE





10Hrs após o tiro.




Promessa é divida! No Post 8 - Cicatrizes, prometi descrever como ocorreu aquele assalto que resultou na 3ª cicatriz ali relatada; um tiro certeiro!!!. Sendo assim... Hoje 12 de fevereiro exatamente as 20:00hs, faz 2 anos deste acontecimento que deixou cicatrizes em minhas costas, mente e alma.
Os dias anteriores foram muito estressantes ( como sempre). Mas, naquela semana algumas coisas estavam diferentes. Eu havia falado com muitas pessoas da minha família, pai, mãe, irmãos, primos, tios. No momento do chamado para comparecer na empresa, ( faço plantão ) eu estava conversando com meu irmão mais novo. O ultimo familiar que faltava naquela semana. Me despedi dele, troquei de roupa e quando saia de casa ao chegar na garagem, voltei, levantei a mão direita acenei e disse:
_ Deus abençoe vocês...
Com rasas lágrimas nos olhos e um arrepio, fiz esse gesto olhando nos olhos dos meus filhos e esposa. Uma paz da qual nunca senti tomou conta do meu ser.
Segui o trajeto normal, casa-trabalho, estava muito tranquilo e calmo (coisa rara naquele tempo). Ao passar pela ultima lobada já na saída da cidade, fui surpreendido com um revolver encostado na minha face, gritos de "pára-pára, pára-pára...".                                                                                           Eles estavam de moto, farol apagado. Parei o carro, gritos de "não reage", "vou atirar". Pressão psicológica, adrenalina a mil. Mais gritos:"desce-desce-desce".  Por sorte, ou melhor por Deus ser infinitamente  generoso, alguns meses antes, conversando com um amigo que é Policial Civil, falamos sobre como agir diante de um assalto. Lembro muito bem da orientação... "...Nunca reagir. Quem esta com a arma é o bandido. Eles não tem nada a perder, é tudo ou nada, matar ou morrer não faz diferença. Sempre diga oque vai fazer, se for tirar o sinto diga, se for abrir a porta diga, nada de movimentos bruscos..."
Em  fração de segundos, lembrei  de tudo. Agi conforme a orientação dos bandidos . Avisei que iria retirar o sinto, que iria abrir a porta. A cada movimento que avisava gritos de: "Sai-sai-sai...."  eram repetidos. Saí do carro e a arma na minha testa. Meus olhos só enxergavam o dedo no gatilho e o tremor nas mãos do bandido. Ele estava muito nervoso. Então ele disse:
_Se correr morre!
Atravessei a pista com as mãos na cabeça. Olhos fixos na arma apontada. Fiquei travado, parecia que meu corpo pesava toneladas. O bandido retira a chave do contato, abre o porta malas e mandar eu entrar. Lembro que implorei:
_ Pelo amor de Deus moço, tenho filhos, leve tudo, a carteira, o celular o carro, mas me deixe aqui. Pelo amor de Deus! Por tudo que é mais sagrado! Vai embora!!!
Mas o outro que ainda estava na moto começou a gritar:
_ Atira! Atira nele! Não quer entrar atiraaaaaaa!
 Ele mirou em minha cabeça, e apertou o gatilho. Fiz um movimento de proteção na cabeça e virando de costas. Reparei a chama  que saiu da arma, seguido do som do disparo. O tiro não me acertou! E o comparsa ordena novamente aos  Gritos:
_ Atira! Atira nesse desgraçado! Booora! Atiraaaaaa!
Implorei novamente. Naquele momento a voz já saia com soluços, tremor e choro. O bandido engatilhou, mirou e atirou. Senti um impacto muito forte nas costas, a bala encontrara o alvo indefeso e inocente. Assustado coloquei as mão nas costas, e senti um inchaço mais ou menos do tamanho de uma laranja. Olhei na palma da mão e não vi sangue. Confesso que naqueles poucos segundos fiquei sem entender se o projetil era mesmo real. A dor era muito intensa. Ele me olhava fixo, meio que sem acreditar  que me acertou. Comecei a gritar: _ Desgraçado você me acertou! Socooooorro.... fui baleado.... alguém me ajude.... fui baleado... socoooorro. Ele ainda estava imóvel e olhava minha reação. O comparsa da moto foge. Ele retira o capacete e entra no carro. Avistei um farol vindo em minha direção. Comecei a correr em seu sentido. Eu precisava de ajuda. Uma proteção. Ainda correndo ouço mais um disparo e o meu carro saindo em alta velocidade, no mesmo sentido que estava correndo. Tentei parar o carro que vinha, mas a pessoa desviou e seguiu. Ouvi mais um disparo. Parei de correr e mais uma vez ao colocar as mãos nas costas não vejo sangue, somente o edema é percebido. Volto a correr mas desta vez sentido contrario. Nunca corri tanto e com tanta determinação. A adrenalina era tamanha que não sentia mais dor. Ao chegar perto da esquina, um carro para me ajudar. "... Fui baleado, fui assaltado, me ajuda..." O anjo que Deus me enviou disse: _ Eu vi tudo, entra no carro vamos para a delegacia. Era oque eu precisava, me sentir seguro! Estávamos a mais ou menos 600mts da delegacia civil. Agradeci e abençoei  aquele anjo. Dois policiais estavam do lado de fora. Já cheguei falando ofegante: Fui baleado, fui assaltado. Eu repetia isso sem parar. Com um pedido de calma parei. Eles olharam o ferimento um deles diz: HUuuuuuMMMMM a bala esta alojada! Quando ouvi isso fiquei mais apavorado. Era a confirmação de um projetil real, e estaria no meu corpo. Comecei a pular e implorar: _ Me leva pro hospital por favor!!!! Salva minha vida tenho filhos!!!! Me salva Sr policial!!!!!!! Me salva!!!! Ele disse: Calma cidadão... Entra na viatura e segura forte! Entrei na viatura, sentei de lado para não encostar as costas. Ele liga a sirene e o giroflex e saímos em altíssima velocidade. Me lembrei de ligar para minha esposa. Ela atende e logo já começo a dizer:_ Fui assaltado levaram o carro, a policia esta me levando para o hospital daqui. Ela fica muito nervosa, começa a chorar e com medo. Apavorada diz: O carro é de menos, não quero saber do carro!!! _como você está Mô ? Que sirene é essa? Pra onde estão te levando? Meu Deus me ajude!!!  Pânico de ambos os lados ao dizer que fui baleado!
Ao chegar no hospital rapidamente sou atendido. Deitado na maca, assustado e ainda ofegante da corrida começo a dizer: _ Me salva doutora, tenho filhos, meu sangue é O- minha esposa esta chegando todo mundo lá em casa é O-, me salva doutora!. Ela pede calma, diz que tudo vai ficar bem. Examina e diz que parece que a bala esta alojada. Duas bolsas de soro são aplicadas uma em cada braço. Após uma seringa ser aplicada sinto que meus batimentos cardíacos começam a diminuir, e começo a ficar menos tenso. Ela diz que tudo vai ficar bem, mas que tenho que ser transferido para Camaçari, para ser operado. Deitado na maca, sem camisa sou levado ate o SAMU, que me leva para o Hospital Geral de Camaçari. Um trajeto de mais ou menos 20 minutos. No meio do caminho sinto algo quente em minhas costas e nuca, aviso a socorrista que me acompanhava. Ela ao acende a luz diz: _ Nossa esta jorrando sangue para cima! E então ela joga um lençol branco em cima, e diz que isso é bom. Ok neh? Ela esta dizendo! Meu telefone toca, meu amigão,  "Zóio". Oque aconteceu Maia? Onde você esta? pergunta ele. Disse que estava indo pro HG, e ele seguiu ao meu encontro.
Ao chegar no HG fui direto para o RX e fiquei no corredor aguardando o resultado. O medico volta e diz que não achou a bala, e pede para que aguarde, pois havia muita emergência naquele dia. Fazer oque neh? Eu estava apenas com um edema e em buraco nas costas que não estava sangrando mais. Podia andar, falar e não reclamava de dor. Estava vivo. Vamos esperar aqui sentado! Minha esposa chega, com meu filho do meio. O vizinho prontamente e gentilmente os levou até o hospital. Ao me ver vivo, em pé ela se acalma. Ao ver o ferimento não aguenta e aos prantos não acredita que aquilo esteja acontecendo. As funções se invertem e eu tenho que acalma-la. O Zóio chega e ao me ver, com os olhos rasos em lágrimas diz: _ Ô Maia... logo você mano? Como cê tá irmão? Já te atenderam? Você quer ficar aqui? Decidimos ir para o Hospital do aeroporto em Lauro de Freitas, afinal, o publico é um caos. Não queriam que eu saísse do hospital, tive que assinar um termo de responsabilidade. Aí eu te pergunto: Quem assinaria o termo de responsabilidade por me fazer esperar com um ferimento aberto, podendo pegar uma infecção??? Ou até mesmo algo mais grave??? Assinei o meu e saímos. Do lado de fora meu filho o "Neto" está apavorado, mas fica aliviado ao me ver andando.Eu queria abraça-lo, mas fiquei com medo devido a alguma infecção,pois, eu já havia passado por 2 hospitais e um SAMU neh? Me viro de costas e ele fica com a expressão mais tensa ainda. " ... O Pai vai ficar bem, fica tranquilo filho... Foi só um susto vamos para outro hospital táh? Fica com Deus... Ao chegar no Hospital do Aeroporto fui muito bem atendido. Trocaram as bolsas de soro, mais medicação, e curativo. A cada mais ou menos 30min, um raio x era feito para identificar onde estava o projetil. Achavam que estava andando no corpo. A cada exame feito, ninguém acreditava, nada foi encontrado! Onde foi parar? No total foram 9 Rx.
Passamos a noite lá, e ao amanhecer o Dr volta para ver como estava. Faz alguns exames apertando meu abdome. Tudo normal. Ao retirar o curativo com felicidade ele diz: _ Que coisa linda esse ferimento!!!Rapaz, Deus tem um projeto maravilhoso em sua vida, e você um couro muito duro RSrsrsrsrs. Vejo que realmente foi arma de fogo porque tem queimadura na pele, mas ela não penetrou... Se tivesse entrado teria feito um estrago. Vamos tirar uma foto pra você ver! Está vendo? Não esta mais inchado e aqui é a queimadura... Parabéns você vai ter alta agora!

Foto retirada pelo Médico que me atendeu.


Não sei mensurar a felicidade que ficamos. Somente Deus é capaz de conceder um milagre tão grande assim em nossas vidas. Essa experiencia que passei deixou muitas marcas. Muitas delas boas. Amor, amizade, solidariedade, profissionalismo. Muitas pessoas preocupadas, rezando e orando por minha vida e família. São as coisas das quais mais me marcam hoje. Além da mais importante, a imensa gratidão a Deus.

Agradecendo a Deus na primeira noite.


Obrigado SENHOR por me dar a vida e por não permitir que o mal prevaleça. Obrigado por enviar anjos em seu nome para me proteger e nos ajudar nos momentos de tormenta. Obrigado SENHOR por iluminar a escuridão nos mostrando o caminho da paz. Obrigado por me presentear com a família maravilhosa que me deste. Por nos dar forças para enfrentar as dificuldades. Obrigado SENHOR por nos presentear com esse amor que só pode vim de ti. Obrigado por todos que posso chamar de amigo. Só tenho a agradecer a ti  PAI eterno. Apenas peço que abençoe a todos que clamam por seu nome neste momento. Amém!

2º Dia de recuperação.
3º dia de recuperação



4º dia de recuperação.


Roupas que estava vestido no dia .

10 Dias do ocorrido.




# Deus me trouxe até aqui!

# A gente fica por aqui hoje! 12 fevereiro 2017.

Wellington Maia


Oxe: Alguém pode se perguntar: Como ele sabe a hora exata do tiro? A resposta é que segundos antes do tiro chegou uma mensagem do meu chefe na época que dizia assim: " Maia vc precisa mesmo ir? pede para eles trabalhar na cola até amanha". Em meu "zap" esta mensagem chegou exatamente as 20:00Hrs do dia 12/02/2015.


                                                         Noites traiçoeiras



segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Post 16- Possibilidade



Essa palavra começou a fazer parte de minha vida de forma mais intensa logo nas primeiras consultas. Hoje depois de um afastamento de 28 dias sem consulta ela reaparece. Possibilidades... Sim, a todo momento lidamos com ela. Não parei para refletir nas possibilidades das quais fui induzido, aceitando ou decidindo. Enfim hoje obtive essa certeza. Muitas coisas aconteceram nesses 28 dias. Muitas possibilidades surgiram. E adivinhem!!! Não é que fui bem conduzido por mim mesmo!!! Rsrsrs.
Não! Isso não significa que as consultas não sejam mais necessárias. Embora isso seja uma possibilidade. Mas, a grande verdade é que foi retirada apenas uma "rodinha" da bicicleta. E afirmar que já aprendi a andar sozinho seria uma regressão . E isso é uma possibilidade totalmente descartada! O aprendizado é e deve ser contínuo.
Vamos a um exemplo básico?
Imagine-se votando para sua casa andando, no meio do caminho ser surpreendido por uma chuva; De inicio as possibilidades seriam:
1º  Abrigar-se  e aguardar o fim da chuva.
2º Seguir correndo até sua casa.
3º Seguir  andando curtindo a chuva.
4º  Você pode ligar para alguém ir busca-lo.
Diante da primeira escolha, a outras possibilidades surgem;
A1-) A chuva pode ser passageira.
B1-) Pode ser que demore muito.
C1-) Um carro pode passar em uma poça e te molhar com água suja e te deixar (P) da vida.
D1-) Um amigo ou vizinho pode oferecer uma carona, ou dividir o guarda-chuva.
Diante da segunda escolha:
A2-) Você pode chegar apenas encharcado em casa.
B2-) Você pode cansar, e chegar encharcado e exausto.
C2-) Pode ser que escorregue, ou caia em um buraco e torça o tornozelo ou tenha uma outra lesão.
D2-) Um raio pode te atingir.
E2-) Pode ser que tenha um ataque cardíaco, devido a falta de preparo físico.
Diante da terceira escolha:
A3-) Você pode chegar apenas enxarcado em casa.
B3-) Pode ser que alem de curtir, resolva "brincar", voltando a infância.
C3-) Um amigo, parente ou amigo, pode não importar-se  em molhar os bancos do carro e te dar uma carona.
D3-) Pode ser que esta mesma pessoa da possibilidade acima se importe em molhar os bancos, e "finja" que não te reconheceu e passe direto.
E3-) Um carro pode passar em uma poça jogar água suja em você, o deixando (P) da vida.
Diante da quarta escolha:
A4-) Seu pedido pode ser atendido, chegando em casa seco e tranquilo.
B4-) Ninguém pode estar disponível para ir busca-lo.
C4-) Devido a chuva, pode ser de não ter sinal de rede.
D4-) Ninguém atenda seu telefonema devido a um outro contratempo.
E4-) Seu pedido pode ser atendido, porem, pode demorar ao ponto da chuva passar.
Vejam que diante de um simples e pequeno "problema" repentino quantas possibilidades surgem; nem mencionei as possibilidades que ainda existem dentro de cada escolha. Tem um problema? Um dilema? Mensure e numere as passibilidades. Mensure e numeres as escolhas. Mensure e numere as possibilidades das escolhas e faça isso ate chegar as consequências de cada escolha e cada possibilidade.
As possibilidades sempre existem, as escolhas depende apenas de você!

# Cheguei lá!!!

# A gente encerra por aqui hoje!  30 Jan. 2017.

Wellington Maia.

*********************

Oxe: Se você esta lendo esta linha é porque optou pela possibilidade de continuar lendo meu post. Fico grato.

Oxe, oxe: Existe também a possibilidade de você ter "pulado" para o final do post. Mesmo assim fico grato pela visita!

Oxe, oxe, oxe: Se você
optou pela possibilidade acima, recomendo rever suas possibilidades e reiniciar a leitura lá começo!!!! Rsrsrs.

Oxe, oxe, oxe, oxe: Fica também a possibilidade de ouvir esse som dos Engenheiros do Hawaii - Piano Bar. 





sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Post 15 - Inveja


Um dos sete pecados capitais. É considerado pecado, porque, o invejoso ignora tudo com que foi abençoado e que possui, para cobiçar o que é do próximo. Definições é que não faltam para este sentimento negativo. Vamos falar de  suas consequências, e seu poder.
Por falar em poder... Quem nunca ouviu dizer que um projeto, aquisição, relações, entre muitas outras coisas não deram certo porque a inveja destruiu? Quem nunca viu esses posts em redes sociais aconselhando a não contar suas coisas e projetos antes de sua concretização, evitando o fracasso causada por invejosos. Vou alem disso; Invejosos que secam pé de arruda só de elogiar a exuberância da planta. Invejosos que "matam" animais domésticos com seu olho obeso. Crianças que ficam doentes após a visita de um invejoso. A lista de contos e histórias sobre invejosos é infinita.
Será que a inveja tem todo esse poder? Em verdade vos digo que sim! A inveja destrói invejado e invejador. Rouba de cada um o seu melhor. Mas todo esse poder não se concretiza da forma que a maioria conhece ou imagina.
O grande poder da inveja está em despertar a fraqueza no invejado! Mas como? Simples, todos nós temos fraquezas, medos, insegurança. Isso tudo é realçado quando estamos próximos de pessoas invejosas, atenuando ou eliminando o foco e empenho do nosso objetivo. Resultado? O fracasso! E de quem é a culpa? Do invejoso, da inveja?
Realmente creio que a planta " seque" após alguns dias de um invejoso a elogiar. Certamente o dono da planta sabe que o elogio veio de um invejoso. Logo, ele pensa; a coitadinha da planta vai morrer. Não vou nem perder tempo regando ela. E a coitadinha morre de sede!
Também creio que relacionamentos sejam rompidos por causa de invejosos. Logicamente ao saber que o invejoso cobiça sua vida, é normal o invejado pensar; Agora tudo vai dar errado! A partir daí, pequenas coisas que antes eram toleradas deixam de ser. Pequenas brigas tornam-se guerras. O foco passa a ser o invejoso. Tudo de ruim passa a ser culpa do Invejoso! E todo foco, dedicação, carinho e compreensão já não existem da mesma forma como outrora. Resultado? Separação, decadência, fracasso. E um único culpado; o invejoso.
Se devemos nos distanciar da inveja? Sim! E isto é suficiente? Não! Infelizmente muitas vezes a inveja extrapola o existir. E domina o ser invejoso. O faz causar intrigas, fofocas, mentiras, agressões físicas e verbais, e até a morte.
Oque devemos fazer é:  Sermos cautelosos diante de tal pessoa, agir com sabedoria e independente de qualquer coisa nunca perder o foco, e o empenho em tudo que queremos, temos ou projetamos. Caso não consiga, não é culpa da inveja ou  do invejoso. Pode ser que exista uma limitação, faltou algo,  o acaso talvez.
Quanto  aos invejosos? Fico com Napoleão Bonaparte: " A inveja é um atestado de inferioridade".


# A gente encerra por aqui hoje! 26Jan. 2017


Wellington Maia.

-----------------------------------------------------------

Oxe: Olho vivo e faro fino.  Não se deve odiar, ou querer o mal do invejoso. Oque você tem é seu. Cuide! Não desvie sua atenção de tudo que já lhe pertence.

Oxe, oxe:  ...Uns juntando inimigo, outros juntando dinheiro; Sempre tem um pra testar sua fé, mas tá ligado; Sempre tem um corre a mais pra fazer... ( Mano Brown )

Oxe, oxe, oxe: ... Zé povim é o cão, tem esses defeito. Oque? Cê tendo ou não cresce o zoio de qualquer jeito... ( Mano Brown ). 






domingo, 22 de janeiro de 2017

Post 14 - Você só se arrepende daquilo que não fez?

Tenho medo das pessoas que dizem: "Só me arrependo daquilo que não fiz! "  É uma expressão muito forte. Creio que  não entendem oque realmente essa expressão afirma.
Talvez tenha medo por ser uma pessoa de sentimentos  muito  intensos.  Talvez por levar as coisas ao pé da letra. Talvez  por sentir muitos arrependimentos, por ter cometido muitos erros. Talvez por ter me arrependido também  por coisas das quais não fiz! Seja como for tenho medo! Medo dessas pessoas.
Qual a diferença entre a pessoa que não sente arrependimento por nada, e a pessoa que se arrepende somente daquilo que não fez?
Qual a diferença entre, não arrepender-se  de ter matado uma pessoa, e arrepender-se de não ter salvo uma vida?
Todos nós cometemos erros e omissões. Fazemos pessoas sofrerem. Sofremos. E mesmo que a intenção seja boa, não devemos nos arrepender de algum mau feito? Porque arrepender-se é tão pesado para certas pessoas?
Na verdade, na verdade, na verdade, muitos são escravos da Mãe dos pecados capitais. A VAIDADE! O ato de arrepender-se é a confirmação que erramos de alguma forma. Afeta o ego! Dói tanto assim???
Cometer erros, reconhece-los e receber perdão é libertador.  E mesmo que o perdão não seja recebido, o ato de reconhecer e arrepender de um erro, não errar novamente, é um ato de grandeza infinitamente oposto à  medíocre VAIDADE. Pense nisso!





# A gente fica por aqui hoje! 22Jan. 2017.


Wellington Maia

sábado, 21 de janeiro de 2017

Post 13 - Sem-sentido com-sentido!

Muitas vezes nos deparamos com situações das quais não sabemos como solucionar. Alguns ciscos nos olhos atormentam. Creio que estes ciscos são os piores. Eles nos tiram a Visão. Fazem  um barulho que fica ecoando em nossa mente. Tiram a audição. Tem um gosto forte e muito amargo. Eles nos tiram o paladar. Tem um mau cheiro muito forte e insuportável. Isso nos tira o olfato. São pesados e gelados. Congelam nossas mãos, tirando nosso tato.
E assim nossos sentidos são usurpados. E como viver assim? É simples, não vivemos; Sobrevivemos! Essa forma de sobreviver oque tem a oferecer? Qual o ganho ou fruto deste estado de vida? Sem sentidos. Sem sentido!
Muitas pessoas não possuem um ou mais sentidos. Na falta de um, outros se tornam mais aguçados. Vivem assim, turbinando os sentidos. No dia-dia encontram obstáculos, desafios, o desconhecido. E apesar das dificuldades aprendem como superar-los. E quando não é possível, superam o insuperável.
Cuidado para não transformar, ciscos em icebergs... Ficou  cego? Ok! Turbine a audição!
Muitas vezes nos deparamos com o insuperável. Nesse momento escute o absurdo da razão, e aceite o caos.







# A gente fica por aqui hoje! 21Jan.2017.

Wellington Maia


sábado, 14 de janeiro de 2017

Post 12 - Sempre falta algo


  • Tinha muito a dizer-te, 
  • mas faltou algo. 
  • Sim ainda posso , 
  • mas agora falta algo. 
  • Talvez espere...
  • Espero que sim.
  • Talvez não consiga,
  • algo vais me dizer?
  • Talvez...
  • Falta algo!
  • E se algo não faltar...
  • e ao dizer-lhe,
  • e ao ouvires,
  • vai faltar algo?
  • Talvez nunca diga,
  • apenas por saber, 
  • que nessa vida real,
  • sempre vai faltar, 
  • algo .......
  • (Wellington Maia)

# A gente encerra por aqui hoje! 14 jan.2016

                                                                                Wellington Maia

Oxe: Estava fazendo um rascunho, (um novo post). Eis que por acaso, lendo, me surpreendi com essa obra. resultado: Publiquei!!!


Oxe, oxe: Engenheiros do Hawaii, MELHOR BANDA DO MUNDO!!! 1Berto o MELHOR!!! Sem palavras ...







sábado, 7 de janeiro de 2017

Post 11 - Realidade virtual, invisível!



A distância entre os extremos do mundo, é percorrida em milésimo de segundos. Nada de aviões ou foguetes supersônicos. Podemos fazer isso a pé, sentado, andando ou deitado. Você escolhe! Pode ser em uma festa, no trabalho, na escola, dirigindo. Você escolhe! Pode ser enquanto conversa com seus amigos, parentes, cônjuge, filhos. Você escolhe! Pode ser no sol, na chuva, a noite, durante a madrugada. Você escolhe! Basta ter um celular "moderno", um chip, sinal e credito, ou uma rede WIFI. E se for aberta, ou souber a senha... Que felicidade! É grátis!!!



No atual mundo conectado, posso afirmar com toda convicção que a cada dia estamos menos conectados uns aos outros. Apesar de todos os recursos hoje existentes, estamos nos distanciando a uma velocidade absurda. Supersônica. Bem vindo a realidade VIRTUAL. INVISÍVEL.
Às vezes penso na infinidade de coisas que tenho para fazer, nas quais quero pra já. Pra ontem! Penso nas que vou adiando, adiando... Sei que vou me arrepender por ter deixado passar tanto tempo! Eu sei! Eu, sei...  então, inicio algumas e... Me arrependo de ter feito!!! 
Tem dias que tudo está errado. Nada acontece da forma que desejo. É como se estivesse sempre na festa errada, ou, usando a fantasia de outras. Peguei o convite da festa passada de novo? Rodeado por pessoas erradas, com as fantasias "certas". Eles acham que estão certos em tudo. Será? O errado sou eu? Quem sabe! Me afasto um certo tempo. Necessário para refletir e absolver certos sentimentos. Ao retornar imagino tudo diferente. Perdi muita coisa?  Não, tudo ainda esta igual. Nada mudou. Nada. Nada, nunca muda. Nem a minha falta. Não faz diferença. Saudade tem  muitos nomes, sabia?
Há tantos pensamentos que se calam! Somente eu posso ouvir. Nem sempre entender. Muitas vezes viro as costas para pessoas que falam demais, e deixo elas pensarem que são senhores de si. Beleza truta! Cê ta certo! Quantas vezes  presto atenção ao que me "dizem", e que não tem nenhuma importância? Tenho que rir... Sim Kkkkkkkkk massa!!! gostei kkkkkk. Agora fiz meu papel, eu respondi, hilario. Hilario? Fala sério!
Mas na verdade tem  muito de mim ainda para descobrir.  Muitos acham que me conhecem, não sabem nem a menor fração de um átomo, daquilo que realmente sou. Como realmente estou... E aê mano blz? Blz. 
A cada dia é mais automático os cumprimentos, "as conversas". Feitas em particular ou em  grupo. Tanto faz, é pra todos. Sim! Aquela mensagem que recebeu é destinada a dezenas, centenas de pessoas e tem o mesmo sentimento. Acredite! É realidade! É virtual, invisível. Muitos nem leem o conteúdo. Pensam: fulano é gente boa, vou repassar. Para quem destinou seu sentimento a uma determinada pessoa, é frustrante receber a mesma mensagem de volta em segundos. Nem leu? Em poucos minutos você recebe de outros e outros... Será que alguém leu? E os que me enviaram, sentem mesmo isso por mim? Por todos? Foi eu quem escreveu! Háah, por isso voltou pra mim... Será? Talvez... Claro que não! P....!



É uma rotina insular esse mundo, zapiamente conectado. Não existe mais a velha proza. O tempo esta corrido demais para dar atenção, atender ou responder uma ligação. Estão todos online. Vendo vídeos, áudios e repassando correntes sabe-se lá para que. É automático. É mais rápido que Crtl+C e Crtl+V. Os Androids se tornaram partes do corpo humano de muitos. Fazem tudo com ele. Vão a todo lugar com ele. Creio que muitos estão se tornando Androids, de tão dependente e indispensável para a vida social. Ou melhor: Os Androids são na verdade o 6º sentido que faltava. Precisamos de um 6º sentido? 





Nas rodas de amigos e família, o assunto é a foto, os vídeos e áudios recém recebidos. kkkkkkkkk vamos lá todo mundo! kkkkkkkkkkkk. Quando  se quer concentrar em seu próprio android,  fala assim : Já vi esse! kkkkkkkk. Massa! E esse? Já vi também kkkkkkk muito bom kkkkk. Para conseguir ver oque deseja o jeito é mostrar o seu também: Vê só! kkkkkkk Não é incomum o outro também dizer: Já recebi esse kkkkkkkkkkk Massa kkkkkk. E assim se vai mais um dia. Exaustos vão dormir com seus androids barulhentos e vibrantes. Então uma mensagem: ( bn galera fui ) é recebida por dezenas, centenas de androids. Mas o fulaninho, fica online durante varias horas ainda. Acorda pela manhã com o android na mão. Antes de tudo, ainda deitado, começa a  ver as mensagens da madrugada. E assim começa um novo dia zapiamente falando! Não poderia esquecer de mencionar a hora do PARABÉNS! Essa é outra digna de dó, para não exagerar na expressão. Sempre funciona assim: Um integrante do  grupo está aniversariando. Os primeiros integrantes o parabenizam. Em poucos minutos ou horas, as mensagens são copiadas e reenviadas no próprio grupo. Muitas em sequencia do tipo, umas 10 ou mais iguaizinhas iguaizinhas. Te pergunto: Isso é pra mim mesmo? Que legal lembraram do meu Niver!!! Fala serio! Isso é família? Isso é amizade? Isso é realidade VIRTUAL, INVISÍVEL!!! 
Pelo amor de Deus... Alguém morre se dedicar 1 minuto a um membro de sua família que está aniversariando? Não vou nem falar de Natal. Réveillon, Pascoa ... É o fim... Zapiamente falando.




Grupos de família recebem a mensagem: (Ta na mesa). Finalmente unidos, cada um com seu android inicia a refeição. Ninguém fala nada, somente risos e olhares fixos. Cada um na sua, no seu android. Entre uma garfada e outra os dedos são mais rápidos. Acabando a refeição um a um  levantam, e saem andando cabisbaixos com seus androids. E assim termina mais uma refeição.
Talvez eu esteja exagerando...
Talvez eu esteja enxergando o INVISÍVEL. Talvez...
Não quero apenas fazer criticas. Sei o quanto ajuda a tecnologia. Virou e é ferramenta de trabalho. Diminui o tempo de atendimento, comunicação etc, etc. Eu sei. Eu, sei...
Vamos diminuir um pouco?  
Precisamos conversar. Preciso te dizer algo. Preciso te abraçar. Te ver ao vivo. Preciso de tua atenção. Preciso voltar ao tempo em que telefone celular bom tinha um chip e lanterna. Preciso voltar ao tempo da velha e boa caneta e carta. Boa ideia vou fazer isso!
Afinal saudade tem nome, sabia? 


# Cheguei lá!!!

# A gente fica por aqui hoje! 06 Jan 2017.

Wellington Maia.

*****

Oxe: saudade tem nome e endereço. Já terminei de escrever as cartas. Qual é seu novo endereço mesmo? 

Oxe, oxe: Levando ao pé da letra; Não somos mais família, parentes ou amigos. Na verdade, na verdade, na verdade... Zapiamente falando, somos só CONTATOS!